Post-blog-Takata-738x390

Especialidades - Informativo - Uncategorized

Conheça os diferentes métodos de Reprodução Assistida

Atualmente com o avanço da ciência existem diversas técnicas que podem ajudar casais a realizar o sonho de ter um filho

Ter um filho é o sonho de quase todos os casais, sonho esse que algumas vezes são adiados por conta de tempo, objetivos profissionais, ou em alguns casos, condições relacionadas à saúde, fazendo com que o casal tenha dificuldades em engravidar. Atualmente a medicina avançada vem tornando esse sonho realidade, com diversos tratamentos seguros e eficazes.

Muito comum em casais que possuem dificuldade em ter um filho são, a infertilidade, esterilidade e doenças hereditárias impedem que isso aconteça de forma natural. Mas com o avanço da ciência esses problemas podem ser contornados com o auxílio da reprodução assistida.

A reprodução assistida consiste em técnicas utilizadas pela medicina no auxílio de pacientes que desejam ter filhos e por algum motivo possuem alguma dificuldade. Essa técnica utiliza da manipulação de gametas, os espermatozoides ou óvulos, assim como meios para que sejam fecundados, proporcionando as melhores condições para que o processo ocorra como o desejado pelo casal.

1) Coito Programado
Essa técnica consiste na utilização de hormônios que irão atuar como estimulantes para o desenvolvimento do folículo que contém o óvulo, de forma que ele seja capaz de atingir o tamanho ideal, ao atingir o seu tamanho, é aplicado na mulher outro hormônio que ajudará no processo de ovulação. Após esse processo o paciente utiliza o acompanhamento por ultrassonografia para o controle do crescimento , durante o período de ovulação, é recomendado ao casal manter relações sexuais próximas a esse período, sendo o mais indicado 36 horas após a aplicação.

2) Inseminação Intrauterina (IIU) Artificial
Um dos métodos mais utilizados devido a sua complexidade baixa para a realização, ao manipular apenas um gameta, nesse caso o espermatozoide. Para obter sucesso em sua realização é fundamental que após a coleta dos espermatozoides, eles sejam devidamente capacitados, separando os espermatozoides mais aptos para a fertilização do óvulo.
Com a quantidade desejada de gametas, o médico os aplica na cavidade uterina, para que seja realizada a fecundação in vivo que ocorre diretamente nas trompas uterinas. As chances de sucesso utilizando esse método são de aproximadamente 15%, nessa técnica como no coito programado, a mulher recebe a estimulação ovariana para o tratamento.

3) FIV (Fertilização in vitro)
Quando não ocorre o sucesso do tratamento mesmo após 3 ciclos com o coito programado ou através da inseminação artificial, é indicado a utilização da fertilização in vitro, realizando a estimulação ovariana, com o auxílio de hormônio que aumentem a quantidade de óvulos disponíveis para a fertilização. O seu controle é acompanhado por exames de ultrassom e de sangue para verificar a dosagem hormonal.
Ao atingirem o tamanho adequado dos folículos, é então realizada a coleta de óvulos, e de sêmen. Os espermatozoides mais saudáveis serão introduzidos em cada óvulo para que a fecundação seja realizada em laboratório. Com os embriões já formados, é a vez de serem selecionados e transferidos para o útero, fazendo com que a gestação possa prosseguir naturalmente.

4) (ICSI) Injeção Intracitoplasmática de espermatozoides
Seu processo se assemelha aos anteriores, sendo diferente na etapa final, em que a inseminação é realizada através de injeção diretamente no óvulo. Para que o processo seja feito, são utilizadas agulhas extremamente finas com a função de implantar os espermatozóides no interior do óvulo.


 

A Clínica Takata é especialista em reprodução assistida possuindo mais de 40 anos de tradição, com especialidade em ginecologia e reprodução assistida, acompanhadas pelo Dr. Silvio Augusto Takata – Especialista em Reprodução Humana pela Faculdade Medicina do ABC, e Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana. Procure o médico especialista para um diagnóstico e a escolha do tratamento mais adequado.

7 agosto, 2020
Compartilhar no: